domingo, 19 de fevereiro de 2012

Advogado ameaça entrar com representação contra juíza que decretou prisão do cabo Jeoás

Acs PM RN
 O cabo Jeoás Nascimento, presidente da Associação dos Cabos e Soldados do Rio Grande do Norte (ACS), já está de volta ao estado, mas continua preso. Nesta sexta-feira (17), o advogado da ACS, Lúcio de Oliveira Silva, criticou a postura adotada pela Justiça da Bahia que, segundo ele, não concedeu cópia dos autos do processo que resultou na prisão de Jeoás e outros líderes de associações militares. Caso não consiga os documentos, advogado entrará com representação contra a juíza Janete Fadul de Oliveira, que decretou a prisão, e no Conselho Nacional de Justiça.
 
Com a prisão decretada desde o inicio do mês, Jeoás do Nascimento é apontado como um dos líderes de protestos da Polícia Militar na Bahia, que resultaram em atos de vandalismo e outros crimes investigados em Salvador e interior do estado. No entanto, o advogado afirma que não sabe quais são as acusações que pesam contra o cabo Jeoás e que os advogados dos policiais presos não tiveram acesso aos autos.
 
"É uma situação revoltante. A associação nacional (dos Praças, Anaspra), não conseguiu o acesso e nós também não. Em 21 anos de profissão, nunca tive um requerimento de cópia negado. Por isso que estudamos entrar com uma representação contra a juíza e no CNJ", disse o advogado, que iria à Bahia nesta sexta-feira, mas, depois do retorno de Jeoás, vai analisar a viabilidade da viagem.
saiba mais
Cabo Jeoás retorna para a carceragem do Bope em NatalCabo Jeoás é transferido para presídio em SalvadorCabo Jeoás se apresenta ao Comando e evita deserção
Apesar de não ter acesso aos documentos que detalham os motivos pelos quais Jeoás Nascimento foi preso, o advogado Lúcio de Oliveira Silva refuta as suposições de que o presidente da ACS tenha sido co-responsável por suspostos roubos de carros, assaltos e outros delitos que ocorreram em Salvador. Para fazer a defesa do cabo, no entanto, o advogado diz que precisa da documentação completa.
 
"Quem conhece Jeoás sabe que é um absurdo essa acusação de atos de vandalismo. Temos que saber, nos autos, onde está comprovada a materialidade do crime e da participação de Jeoás. Caso não tenhamos acesso, não posso fazer a fundamentação para pedir a revogação da prisão", lamentou.
 
Tribuna do Norte
Nossa Pau dos Ferros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.

          ONTEM O CALENDÁRIO VIROU MAIS UMA PÁGINA DE MUITA ALEGRIAS PARA TODOS NÓS, O ANIVERSÁRIO DE NOSSA AMADA MARIZA HONORAT...