terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Antonio Martins corre risco de perder R$ 4 milhões em obras, devido inércia do prefeito, Edmilson Fernandes.


 
O município de Antonio Martins está correndo um sério risco de perder investimentos que juntos podem somar mais de R$ 4 milhões em obras e outras melhorias à população, devido a inércia administrativa do atual Prefeito, Edmilson Fernandes de Amorim (PMDB).
É que o Chefe do Executivo local tem deixado de executar inúmeros projetos, trazendo com isso enormes prejuízos aos seus habitantes, que poderiam estar sendo beneficiados. Sem contar que esses recursos juntos gerariam de imediato emprego e renda e maior inclusão social.
O pior nisso tudo é que diversas obras estão sendo canceladas por conta do prazo de validade dos convênios, que têm expirado. Isso sem citar aquelas que estão paralisadas e um punhado de outras que faltam serem concluídas.
São obras que foram conseguidas para o município ainda no mandato de seu antecessor, que deveriam ser executadas na gestão do atual Prefeito, Edmilson Fernandes, mas não é o que vem acontecendo.
Os recursos assegurados contemplam a construção de praças, calçamentos, construções de banheiros, reformas de casas, posto de saúde, abastecimento de água, construção de açude, perfuração de poços, com instalação de chafarizes, iluminação do estádio de futebol “Fernandão”, pavimentação asfáltica, urbanização e novo pórtico do mirante, construção de escola de ensino infantil, dentre as inúmeras outras obras paralisadas ou canceladas, e que até agora não avançaram.
O que vem ocorrendo em Antonio Martins é uma total falta de respeito e compromisso com o bem-estar da população e das futuras gerações do município, que não se justifica.
Um dos primeiros a denunciar a paralisia administrativa e o abandono das obras públicas foi o vereador Evaristo Filho, que também é do PMDB, mas por conta dos desmandos rachou com o Prefeito, indo para a oposição.
Segundo ele, o Prefeito Edmilson Fernandes se negou a assinar “o convênio do açude da Boágua, no valor de R$ 140.000,00 (cento e quarenta mil reais)”.
A denúncia é grave e precisa ser apurada, por que se trata não apenas de omissão por parte do poder público, mas representa um enorme prejuízo aos moradores da comunidade do Sítio Boágua e imediações.
Para saber mais informações sobre o verdadeiro caos administrativo instaurado na prefeitura de Antonio Martins, Clique AQUI.
PoliticaPauferrense

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.

          ONTEM O CALENDÁRIO VIROU MAIS UMA PÁGINA DE MUITA ALEGRIAS PARA TODOS NÓS, O ANIVERSÁRIO DE NOSSA AMADA MARIZA HONORAT...