terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

COMANDO DO 12º BATALHÃO E DA COMPANHIA DE APODI ESCLARECEM DENÚNCIAS FEITAS POR PMs NA OPERAÇÃO CARNAVAL

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012



O Soldado Jadson tem buscado soluções
 frente os problemas enfrentados pelos
PMs da Região Oeste 

Aconteceu, no dia de ontem (27/02), conversas entre a direção da APRAM, na pessoa do seu presidente Soldado Jadson, o Tenente-Coronel Alvibar e Capitão Brilhante, comandantes do 12º BPM e companhia de Apodi respectivamente. O contato deu-se para tratar das denúncias feitas pelos policiais das referidas unidades durante as operações realizadas no carnaval 2012. A seguir estão as informações prestadas pelos referidos oficiais:



12º Batalhão
O TC Alvibar informou o seguinte:

-Que alguns dos problemas citados nas denúncias foram detectados e corrigidos por ele imediatamente logo no primeiro dia de carnaval, sendo que ele próprio recebeu ligações dos policiais que estavam em serviço e que retornou tais ligações dando soluções a alguns dos problemas;
-ue realmente houve algumas deficiências no tocante a logística de apoio aos PMs devido a grande dimensão do evento e algumas limitações estruturais mas que os problemas que não foram corrigidos imediatamente form registrados e serão corrigidos em eventos futuros visando o bem estar dos policiais;
-Que com relação ao desvio de função dos PMs de Grossos/RN (os quais, além do policiamento ostensivo, tem que custodiar dezenas de presos) desde que assumiu o comando do 12º BPM tem buscado resolver o problema tendo conseguido inclusive transferir mais de 20 (vinte) desses presos;
-Que já tem conhecimento dos problemas estruturais da companhia de Areia Branca sendo que já manteve contato com o prefeito da cidade para que um novo prédio seja cedido para a unidade já estando tal projeto em andamento. Informou ainda que irá se reunir nos próximos dias com o comandante de Areia Branca para buscar formas de resolver os demais problemas;

-Que o reduzido número de policiais vindos da capital para reforçar o policiamento no carnaval atrapalhou o planejamento das operações;
-Apresentou dados estatísticos que revelam uma diminuição dos índices de ocorrências na área do 12º Batalhão desde que foi inaugurado bem como destacou o bom trabalho desenvolvido pelos policiais da unidade.
Companhia de Apodi
O apitão Brilhante esclareceu o seguinte:
-Que as escalas extras elaboradas na véspera do carnaval foram feitas devido ao reduzido número de policiais de Natal que vieram reforçar o policiamento da cidade, fato que prejudicou o planejamento das operações, mas que tais escalas foram descartadas por ele antes de serem cumpridas;
-Que em toda área da companhia de Apodi as escalas de serviço permaneceram normais sem prejuízo a folga dos PMs;
-Que fez reunião com seu efetivo sendo que ficou resolvido que haveria o respeito ao período de descanso dos PMs de modo a que estes pudessem desenvolver suas atividades em plenas condições físicas e psicológicas bem como seguiu a orientação do Tenente-Coronel Túlio César (comandante do 2º Batalhão) de não extrapolar as jornadas normais de serviço dos policiais com escalas extras compulsórias.
-Que não houve nenhum tipo de punição para os PMs e que o serviço de segurança pública durante os eventos carnavalescos transcorreram normalmente apesar das dificuldades.
Nota: A APRAM continua a disposição de seus associados para buscar soluções para os problemas enfrentados pelos PMs sendo que para isso tem se reunido com freqüência com os comandos da região buscando o diálogo aberto e responsável.
APRAM: Defendendo quem defende!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.

          ONTEM O CALENDÁRIO VIROU MAIS UMA PÁGINA DE MUITA ALEGRIAS PARA TODOS NÓS, O ANIVERSÁRIO DE NOSSA AMADA MARIZA HONORAT...