terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Distribuição de sementes começa hoje



Será iniciada hoje, 28, a distribuição de sementes pela Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (SAPE). O reabastecimento dos bancos de sementes começa por Mossoró, seguindo por Pau dos Ferros, Umarizal, Assú e Caicó. "A intenção é concluir a distribuição nessas cidades até o próximo sábado", informou o coordenador do Programa de Distribuição de Sementes do Governo do Estado, Antônio Carlos Magalhães. Currais Novos, Santa Cruz, São Paulo do Potengi, João Câmara e São José de Mipibu serão atendidos na semana seguinte.
Neste ano, o programa está sendo ampliado a partir da inclusão de novos municípios e a criação de diversos bancos de sementes, aumentando assim o número de agricultores beneficiados.
Segundo Antônio Carlos Magalhães, o Rio Grande do Norte agora conta com 1.103 bancos de sementes distribuídos em 149 cidades. "Só não serão atendidos os municípios (18) que não criaram os bancos de sementes", observou o coordenador, acrescentando que quase 40 mil pequenos agricultores terão acesso a sementes de feijão, sorgo, milho, arroz e algodão.
Ao todo, serão 390 toneladas de sementes divididas da seguinte forma: 155 de feijão, 150 de milho, 60 de sorgo forrageiro, 20 de algodão e 5 de arroz, com investimento da ordem de R$ 3,4 milhões.
O secretário de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca, Betinho Rosado, destacou que 140 toneladas de sementes serão distribuídas com os produtores incluídos no programa neste ano, enquanto que os bancos de sementes antigos serão abastecidos com metade do volume do ano passado. "Isso por conta do bom inverno do ano passado que permitiu aos próprios agricultores manterem o estoque dos bancos em alta", ressaltou o secretário.
Betinho Rosado destacou que os agricultores têm acesso a sementes de qualidade que podem ser cultivadas por vários anos no mesmo solo. "Trabalhamos com várias variedades de sementes, já que as sementes híbridas só podem ser cultivadas uma vez", explicou.
O secretário adiantou que a expansão do programa terá continuidade no próximo ano devendo chegar a 50 mil agricultores.

Já é hora de plantar
Chegou a hora de o homem do campo preparar a terra e começar a plantação da lavoura. Segundo o meteorologista Gilmar Bristot, da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (EMPARN), o momento é propício para o início do cultivo devido ao começo do período chuvoso na região. Em Mossoró, por exemplo, choveu durante todo o final de semana e também nessa segunda-feira, 27. Bristot alertou para a possibilidade de veranicos nas próximas semanas. Porém, ele observou que não haverá prejuízo para a plantação que ainda estará germinando. "O agricultor que plantar agora não terá prejuízo com veranicos que possam ocorrer nas semanas próximas", destacou o meteorologista.
Bristot aconselhou o cultivo de culturas de ciclo rápido como o feijão e o milho.
O presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Lavoura de Mossoró, Francisco Gomes, relatou que ainda não choveu em toda a zona rural de Mossoró. Mas nas áreas que já estão molhadas os agricultores estão cultivando a terra.
Embora tenha chovido pouco até o momento, Francisco disse que a expectativa entre os agricultores é de um bom inverno e consequente boa produção. "A esperança é que caia chuva até maio, junho para segurar o plantio mais retardado", pontuou.

Defato

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.

          ONTEM O CALENDÁRIO VIROU MAIS UMA PÁGINA DE MUITA ALEGRIAS PARA TODOS NÓS, O ANIVERSÁRIO DE NOSSA AMADA MARIZA HONORAT...