sábado, 26 de maio de 2012

Aproveitadores de plantão, vindos de Mossoró-RN, invadem Câmara de Pau dos Ferros e fazem baderna



26
MAI


Comenta-se por aí, no meio da rua, que a governadora, Rosalba Cialini, foi vaiada em Pau dos Ferros nesta sexta-feira, 25.
Ora, não se pode rotular de vaia um ato pensado e calculado, milimetricamente, como se fosse um crime qualificado, onde o autor já sai de casa na intenção de matar – sem dar, ao menos, à vítima, o direito de se defender ou esboçar qualquer reação.
Pois, bem.
Uma coisa é receber vaias, seja quem for, de forma espontânea e num ambiente qualquer. Outra é ser agredido, violentamente, e desarmado.
Como armaram o circo, e respeito a opinião dos manifestantes, até porque sou a favor de greves justas e defensor ferrenho da UERN, onde me formei, reputo que foi anos-luz de distância a BADERNA patrocinada por uns sem passado, sem presente e sem futuro que costumam confundir - por onde arrastam os pés - liberdade de expressão e do pensamento, com libertinagem, casa de mãe Joana e na base do pode tudo. NÃO! O caminho, que serve de atalho e corredor mais curto, nem sempre é por aí.
O ato, em si, poderia ter sido melhor arquitetado se  não fosse uma claque montada, com régua e compasso, em Mossoró, paga por adversários de Rosalba, com ônibus lotado e tudo mais (apito, corneta e outros aparatos), para invadir a Câmara Municipal pau-ferrense  e promover confusão generalizada - situação digna da reprovação do povo bom e hospitaleiro da “Terra dos Vaqueiros Bravios”.
Sou a favor de greves e de salários justos, SIM, porém CONTRA baderneiros e aproveitadores de plantão, que se acham donos da verdade e, quem sabe, até soltam peidos, quando outros também o fazem, para justificarem suas cagadas!!!

Ônibus que conduziu os baderneiros de Mossoró-RN para Pau dos Ferros
Manifestantes no momento "De volta para minha terra"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.

NOTA DE ESCLARECIMENTOS POVO    VIEIRENSE !!! Nos últimos dias, estabeleceu-se um debate na nossa cidade a cerca da utilizaç...