domingo, 27 de maio de 2012

PSB INICIA PROCESSO QUE PODE PUNIR VEREADORES.


Adenúbio Melo e Bispo Francisco de Assis descumpriram determinação do partido na votação da CMN que desaprovou contas de Carlos Eduardo Alves.

Os vereadores Adenúbio Melo e Bispo Francisco de Assis estão sob o risco de não receberem autorização do partido deles, o PSB, para se candidatarem à reeleição. O motivo é a postura divergente que os dois parlamentares adotaram na votação das contas do exercício de 2008 da Prefeitura de Natal, à época administrada por Carlos Eduardo (PDT).
Adenúbio e Bispo contrariaram a determinação dada pela direção pessebista para que votassem pela aprovação das contas do ex-prefeito, a quem o PSB anunciou apoio na corrida pelo Palácio Felipe Camarão.
Nesta semana, a Executiva Municipal do PSB abrirá formalmente um processo para avaliar a conduta dos dois vereadores. A sanção aos parlamentares pode ir desde uma simples advertência até a expulsão, conforme prevê o estatuto partidário.
Outra forma de punição aos vereadores pode ser dada na convenção do partido, programada para junho. O estatuto do PSB permite que qualquer militante em dia com as obrigações partidárias peça a impugnação de uma ou mais candidaturas. A sigla concede um prazo de até 48 horas após a convenção para que as impugnações sejam apresentadas.
Adenúbio Melo e Bispo Francisco de Assis poderão ter suas candidaturas submetidas a um processo desse tipo.
Os votos deles foram decisivos para permitir a reprovação das contas de Carlos Eduardo. Se Adenúbio e Bispo tivessem seguido a recomendação do seu partido, a votação na Câmara teria registrado 13 vereadores favoráveis à rejeição das contas do ex-prefeito. Um número insuficiente para derrubar o parecer do Tribunal de Contas do Estado que aprovou com ressalvas a contabilidade da Prefeitura em 2008. O quórum mínimo para que o relatório do TCE fosse rejeitado era de 14 votos.
Pela desobediência na votação, ambos podem ter a legenda negada para tentarem a renovação do mandato.
O isolamento dos dois vereadores no PSB começa na própria Câmara Municipal. Tanto que partiu dos outros três vereadores do partido, Júlio Protásio, Júlia Arruda e Franklin Capistrano, a iniciativa de pedir a abertura de processo contra os correligionários na Executiva Municipal.
Os três parlamentares apresentaram a solicitação às presidentes estadual e municipal da legenda, respectivamente a ex-governadora Wilma de Faria e a deputada estadual Márcia Maia, na última sexta. A solicitação foi acatada e, nesta semana, o partido começa a deliberar sobre os destinos dos dois filiados.
"Não é justo nós termos feito uma aliança majoritária e proporcional, e vereadores que votaram pela inelegibilidade do nosso candidato se beneficiarem desse palanque", justificou Júlio Protásio, em entrevista coletiva, também na sexta passada.
Tecnicamente, o PSB ainda tem um sexto vereador, Dickson Nasser. Mas este, embora ainda filiado, é considerado uma espécie de "membro virtual" por ter aberto dissidência declarada à sigla há mais de dois anos e ter passado a seguir a liderança do deputado federal Rogério Marinho (PSDB) desde então. Portanto, Dickson Nasser não participa, nem influi em nenhuma questão no âmbito do PSB.
Adenúbio e Bispo contarão apenas com suas próprias forças para se defender junto à direção partidária.
Questionados na semana que passou sobre a possibilidade de serem punidos pela legenda, Adenúbio Melo e Bispo Francisco de Assis procuraram mostrar tranquilidade. Ambos disseram não acreditar em sanções por conta dos votos que deram na última quarta.
"Não tenho medo de nada, pois não fiz nada que desabone minha conduta. Fiz o que tinha que fazer", declarou o Bispo Francisco de Assis. Adenúbio Melo não apenas endossa as palavras do colega como diz que repetiria seu voto, se as contas de Carlos Eduardo voltassem à pauta.
Por via das dúvidas, Adenúbio admite ter uma alternativa para o caso de perder a legenda para disputar a reeleição. Ele filiou a esposa ao PV da prefeita Micarla de Sousa. A esposa pode ser candidata em seu lugar, se a punição do PSB for confirmada. Pragmático, Adenúbio Melo explica: "Nessa vida, você tem que ter um plano A e um plano B".

Fonte: Marcos Alexandre/palanque.com/Nominuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.

       HOJE MUDANDO DE IDADE NOSSO AMADO GENRO EDVALDO FELIPE DE ANDRADE, ESPOSO DE MARIZA HONORATO, RECEBENDO OS CUMPRIMENTOS DE FELICIT...