segunda-feira, 24 de março de 2014

Mulher morre após injetar vaselina para fazer os peitos crescerem

Gidel de Morais
Uma mulher acabou falecendo por problemas respiratórios depois de injetar vaselina em seus seios para fazê-los ficarem maiores. A argentina Sonia Perez Llanzon, 39 anos, acabou tendo um coágulo de sangue no pulmão devido ao procedimento arriscado.

De acordo com médico Julio Pla, chefe de cirurgia do Hospital Lucio Molas, em Santa Rosa, a paciente chegou ao local com lesões no peito e depois de negar várias vezes acabou confessando que havia injetado vaselina neles. "Eu nunca tinha visto um caso como este. O corpo humano possui anticorpos para remover bactérias e vírus, mas não existe qualquer mecanismo de defesa contra este tipo de produto."
A imprensa local informou que Sonia, que era uma corredora e boxeadora respeitada na região, era "obcecada com a aparência". No ano passado ela sofreu queimaduras de terceiro grau enquanto se bronzeava. Também em 2013, os médicos advertiram a população devido ao número crescente de homens que estavam injetando vaselina, derivada do petróleo, para aumentar o tamanho de seus pênis. A substância comumente causava lesões e deformações graves com dano tecidual e disfunção erétil.
 
 
BLOG    O   CIDADAO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.

TSE diz que tem condições de manter eleições de outubro   POSTADO POR BLOG  O CIDADAO ...