sábado, 21 de junho de 2014

Denúncia levada a plenário da Câmara em Mossoró pelo Vereador Soldado Jadson resulta em punição para Oficial da PM

Por Assessoria de Comunicação do Soldado Jadson
No ano passado, após ser informado sobre ocorrência de assédio moral praticada por oficial contra praça no 2ºBPM em Mossoró (RN), o vereador Soldado Jadson (SD) resolveu abordar o assunto em forte pronunciamento no plenário da Câmara Municipal de Mossoró cobrando providências do comando da Polícia Militar local e gerando grande repercussão à época. O fato estaria na contramão do processo de humanização das corporações policiais brasileiras.
Segundo a denúncia recebida pelo vereador e repercutida em plenário da Câmara o oficial frequentemente perseguia um sargento no ambiente de trabalho, chegando inclusive a escalá-lo em jogo de futebol mesmo ciente que o subordinado encontrava-se com restrição imposta pela junta médica. A diretoria da Associação de Praças da Polícia Militar de Mossoró e Região (APRAM) também fora acionada chegando a procurar o comando da unidade na busca pela resolutividade do problema.
Por fim, após apuração detalhada dos fatos através de sindicância (conclusa há alguns dias e publicada em Boletim Geral) foi constatada a culpabilidade do oficial, sendo elaborada a devida nota de punição com base no Regulamento Disciplinar.
Em meio ao registro de tantos conflitos entre superior e subordinado em tempo não muito distante, a absolvição do sargento ( que chegou a ser acusado injustamente de desrespeitar o oficial ) e a punição ora imposta ao oficial soa como algo inédito em Mossoró e demonstra a importância da categoria ter hoje um assento na Câmara Municipal de Mossoró. Diante dessas situações, o mandato do vereador Soldado Jadson tem servido como verdadeiro porta-voz da categoria onde o parlamentar tem se pronunciado constantemente em defesa da tropa, sendo este mais um exemplo desta atuação.
Importante destacar que o comando da Polícia Militar chegou a solicitar à Câmara cópia do pronunciamento de Jadson o qual foi utilizado para dar início a investigação. “É inconcebível que um trabalhador concursado, com mister constitucional tão importante para a sociedade, seja tratado com desrespeito e submetido à situações vexatórias. Por isso estaremos sempre atentos às dificuldades que a tropa enfrenta e nosso gabinete continuará atuando na defesa da categoria” afirmou o edil.
O   CIDADAO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.

  ÃE E FILHA DE SANTANA DO MATOS MORREM EM GRAVE ACIDENTE NA BR-304 PRÓXIMO A LAJES Postado por Assú Noticia às 20:33 Da...