terça-feira, 14 de abril de 2015

FOTOS: Maridos de aluguel’ fazem sucesso no Rio

2015-802008926-2015032487906.jpg_20150324Foto: Pedro Teixeira/ Agência O Globo
“Tenho cliente que me liga para trocar a lâmpada”. Espécie de pau para toda a obra, os designados “maridos de aluguel” proliferam, com uma vasta carta de serviços para residências. Um deles, o morador de Jacarepaguá Cristiano Arruda, deixou de lado o diploma de Direito para apostar nesse ramo, que considera promissor e familiar, devido aos trabalhos pontuais que já realizava (como contrarregra no Projac, por exemplo). Há seis meses, ele presta serviços com a microempresa Clínico do Lar, tendo o auxílio do filho Roger, de 19 anos. Entre os serviços convencionais, há montagem e desmontagem de móveis, pintura, desentupimento de pia e ralo e instalação de ventilador de teto. Este mês, ele lançou uma nova frente de atuação, a Limpeza Express, com equipe de diaristas e passadeiras. Mas seu trabalho vai além do operacional: é possível contratá-lo como motorista particular ou para agendamento e acompanhamento de consultas médicas, tarefa que pode ser muito útil para idosos.
— Muitas pessoas moram com idosos e trabalham fora, não tendo tempo de acompanhá-los ao médico; outros idosos moram sozinhos. Há demanda para esse serviço — diz Arruda, que atende em diversos bairros do Rio.
Divorciada, a empresária Márcia Maia, de 54 anos, descobriu os serviços do marido emprestado pela internet há um mês e já os solicitou pelo menos cinco vezes.
— Se o bicho pega, eu peço o socorro dele. Quando me mudei, fechamos um pacote completo e econômico para pintura, montagens e desmontagens e instalações. Ele também já consertou meu armário e minha máquina de lavar. E, se precisar, trabalha até como segurança, para ir ao banco ou acompanhar meus filhos — diz a moradora da Barra.
A clientela, conta Arruda, é majoritariamente feminina:
— Cerca de 95% dos pedidos que recebo são de mulheres. Muitas não trabalham fora, e têm horário flexível para resolver os problemas da casa. Ser um clínico do lar é como ser um marido emprestado, mesmo. Dependendo do serviço, passo o dia todo na casa de um mesmo cliente.
Em sua casa, também é a mulher, Loise, quem administra tudo, inclusive os negócios.
— Trabalho de segunda a segunda. Quando um cliente fiel me chama para alguma emergência, vou até meia-noite. Quando chego em casa, a Loise me passa minha agenda e as rotas para o dia seguinte — afirma ele, que atualmente cursa Engenharia de Produção. — Do mês passado para cá, tivemos um crescimento de 200% nos pedidos.
SOCORRO NA PALMA DA MÃO
A demanda por pronto atendimento em serviços técnicos também orientou a atuação dos engenheiros Gleison Alves e Marcela Thedim, moradores da Barra. Inspirados pela insatisfação acumulada durante a reforma de sua própria casa, o casal uniu suas experiências nos ramos de obras e petróleo, respectivamente, para criar a Simplifix, em operação desde março na Barra e no Recreio.
O serviço é convencional, mas, no caso de pequenos reparos e instalações, há a vantagem de o trabalho poder ser feito no mesmo dia e, em casos emergenciais, iniciado meia hora após a solicitação. A empresa também faz oreformas e construções partindo do zero.
2015-805567355-2015040613540.jpg_20150406Gleison Alves e Marcela Thedim no escritório da Simplifix: reparos no mesmo dia – Luiz Ackermann/ Agência O Globo
Até o fim do mês, será lançado um aplicativo que permite ao usuário pedir orçamentos, tirar dúvidas e agendar a visita de um profissional da equipe. A versão 2.0, que inclui geolocalização, também está a caminho.
— Pelo aplicativo, o cliente poderá chamar o profissional que estiver mais próximo. Em construções, trabalhamos sempre à frente dos problemas que podem surgir. Se combinamos cinco dias para entrega, nosso cronograma interno é de quatro — diz Alves, que tem no portfólio obras para Gucci, Christian Louboutin e The Fifties.
Ainda este ano, a Simplifix terá filial na Região dos Lagos.
O Globo

Blog do BG:       O    CIDADAO

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.