quarta-feira, 29 de abril de 2015

29
ABR
Os agentes penitenciários do Rio Grande do Norte reuniram-se, em assembleia geral, e decidiram que vão aguardar uma reunião com o Governo do Estado até o próximo dia 8 de maio. Este foi o prazo dado para que seja apresentada a data oficial de envio do plano de carreira dos agentes para a Assembleia Legislativa. Caso isso não ocorra, a categoria pretende deflagrar uma paralisação.

Os profissionais alegam que já solicitaram reunião com o governador Robinson Faria via ofício e via e-mail oficial da governadoria, mas a data ainda não foi marcada. Com isso, a categoria deliberou por dar mais um prazo ao Governo do Estado, ressaltando que a decisão por paralisação sairá da resposta do dia 8.

“O que os agentes penitenciários decidiram na assembleia geral é que, se até o dia 8 o Governo não nos receber ou não disser a data oficial em que a mensagem do Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração será enviada à Assembleia Legislativa, logo na sequência, no dia 11, haverá uma nova assembleia da categoria somente para definir a data de uma paralisação”, afirma Vilma Batista, presidente do Sindasp-RN.

De acordo com ela, os agentes não querem e esperam não realizar uma paralisação. “Nós sabemos que o Governo está aberto ao diálogo e, por isso, estamos esperando há quatro meses e vamos dar mais esse prazo. Porém, queremos uma boa notícia, queremos que o PCCR seja enviado antes do dia 22 de maio, que é o Dia do Agente Penitenciário do RN”, explica.


O    CIDADAO

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.