domingo, 31 de maio de 2015

ENCANTO: A SAIA RODARÁ OU NÃO.

Uma fonte me confidenciou, que o prefeito Alberone Neri, da pequena e aconchegante Encanto, havia dito tempos atrás, que em 2016 a "surra" seria de saias. Assim sendo, fico imaginando com quem saia. Ou melhor, com a saia de quem... Evidentemente seria uma mulher, a postulante a sucessão municipal. Não estamos na Escócia. Aqui, homem não usa saias. De início, muitos podem pensar, de forma totalmente enganosa, claro, que seria Yria Queiroz, a candidata. Mas Yria, esposa de Alberone, não poderia disputar. Sabemos, a lei é contrária. Destarte, surgem nomes e mais nomes. Pautado nisso, terei a petulância de arriscar um nome que aparentemente pouco tem a ver com o município, por residir na capital: a psicóloga Lídia Guedes.
Hoje, ocupando a sub-secretaria da SEARA, Secretaria de Estado de Assuntos Fundiários e Apoio à Reforma Agrária do governo Robinson Faria, Lídia é notoriamente um dos basilares do sucesso da campanha de Galeno Torquato e até mesmo do atual governador. Trabalhou muito durante todo o período eleitoral. Percorreu o estado de ponta a ponta. Tornou-se essencial para os interesses dos políticos com mandato da região. Digamos, figurinha carimbada, quando pensamos na construção de novos nomes para 2016. Filha natural do Encanto, apesar de ter vivido muito tempo em outras cidades, como a vizinha São Miguel e Natal, onde estudou, Lídia tem pavimentado seu caminho de lutas, com a maestria dos grandes ícones da arte de politicar. Calada, ouve mais do que fala. A menina de olhos verdes está nitidamente na boca de membros dos blocos políticos oestanos. Principalmente e por que não dizer especificamente, dos grupos partidários que fazem parte da ponta da tromba do elefante.
Na última quinta-feira, estando no município de Encanto, tive o prazer de reencontrar um amigo no centro da cidade. Conversas, claro, regalas ao instante que atravessa o governo municipal e os prováveis pré-postulantes para 2016. Dentre 6 nomes elencados pelo informante, minha grata surpresa foi, de forma espontânea, ouvi o nome de Lídia Guedes.
Evidentemente, argumentei que o pouco tempo de convivência da menina no governo e militando efetivamente na política, poderia ser um obstáculo intransponível para a psicóloga. Maior surpresa foi saber que alguns vereadores poderiam abraçar a causa. Edis pertencentes aos partidos PSB (2); PT e PP. Totalizando 4 dos atuais ocupantes de cadeira no parlamento encantense, caso venham defender o nome da sub-secretária estadual da SEARA, criarão uma nova fase na política do município. Lídia, também é vice-presidente estadual do PSD jovem, ou seja, tem o partido na mão, sob as bençãos do deputado estadual Galeno Torquato; do federal Fábio Faria e do próprio chefe do executivo potiguar, Robinson Faria. Na sigla da estrela vermelha, tem grande aproximação com a senadora Fátima Bezerra, que tem tudo para direcionar seus comandados no Encanto, em um virtual apoio a candidatura da jovem pedeessista. A vaga do partido, por mais que tentem, dificilmente tirarão. O problema será mostrar aos caciques municipais a "menina dos olhos" da nova política que pode tornar-se Lídia Guedes. A unificação de partidos diante da salada de letrinhas que podem alavancar o nome de Lídia é o X da questão. Mas que opção não faltará, isso já começa a ser desenhado. 
 
 
   FONTE: RNPOILITICAEMDIA
O    CIDADAO

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.