domingo, 14 de junho de 2015

DISSE DR. LICURGO IV, VIA FACEBOOK

Postado por Verônica Rodrigues às 08:53

 
A festa de Santo Antônio, desse ano - da nossa Marcelino Vieira - eu não diria que perdeu um pouco do seu brilho, uma vez que o carisma e a proteção que o glorioso Santo Padroeiro exerce por sobre a cidade e o seu povo são inestimáveis, inigualáveis, e nada ofusca ou diminui esse brilho! Mas, se levarmos em conta “a festa social”, profana, aí sim, sem dúvida, houve um certo decréscimo; um sentimento de tristeza, de perda! É que, nesse ano, tivemos a ausência, sentida por todos, de dois dos mais entusiastas, integrados e devotos vieirenses, recentemente falecidos: 
 
O Dr. Pedro Cardoso Filho e Ricardo Cardoso Medeiros. Ambos representantes legítimos do sentimento terreal – telúrico – tão intrínseco – arraigado – na alma e no sentimento do povo de Marcelino Vieira. 
 
O primeiro – Dr. Pedro Cardoso - representante da velha guarda, suspendia - interrompia - toda e qualquer atividade profissional – quer no atendimento médico nos inúmeros cargos e funções que exercia em hospitais ou ambulatórios, quer na condição de palestrante – conferencista conceituado e requisitado pelo mundo afora, culto e grande orador, para estar em Marcelino Vieira na semana que antecedia à festa do seu Padroeiro. Emérito conversador, proseador dos melhores, memória viva de fatos e acontecimentos da sua cidade, passava a semana toda visitando os conterrâneos, e para todos tinha uma atenção, uma palavra amiga, um apoio moral ou uma ajuda financeira aos mais necessitados. 
 
O Segundo - o Ricardo Cardoso Medeiros, Funcionário da Petrobras - de uma faixa etária bem mais recente. Incrivelmente popular; simples, amigo de todos, sem vaidade alguma e de uma capacidade de envolvimento muito grande com os problemas e aflições dos seus amigos; preocupado com o bem estar dos seus conterrâneos. Era um fazedor de amizade e um dos mais entusiasmados adeptos da festa do seu Santo protetor. 
 
Ambos, e cada um da sua maneira, do seu modo e - dentro das suas particularidades – fizeram muita falta, deixaram uma lacuna muito grande nesse período festivo em que Marcelino Vieira festeja e venera o seu Padroeiro - o Glorioso Santo Antônio!
 
O  CIDADAO

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.