quinta-feira, 4 de junho de 2015

TRÊS CASAS FORAM ARROMBADAS NESTA QUARTA-FEIRA 03, EM MARCELINO VIEIRA/RN

Foram percebidos 3 arrombamentos em residências, durante o 1º dia de festa de Santo Antônio em Marcelino Vieira.

Em contato com a Polícia Civil de Marcelino Vieira, o escrivão informou que foram formalizados 3 Boletins de Ocorrências, e foram ouvido 2 suspeitos. E as investigações continuam em andamento. O(s) elemento(s), arrombaram as portas das cozinhas em sua maioria, e usou dos mesmos modos de operações. Os 2 suspeitos já são velhos conhecidos da polícia.

As vítimas tiveram  muitos prejuízos materiais, como: relógios, dinheiro(1.000R$), celulares e outros pertences pessoais.

Acrescentou que apenas neste mês de Junho/2015 já ocorreram mais de 10 arrombamentos domiciliares oficializados. Porém a ausência de testemunha é o entrave da polícia. Foram vários casos de arrombamentos em que as vítimas não formalizaram B.O, que infelizmente somam mais do que os oficializados. Todos os episódios estão diretamente relacionados com o consumo de drogas e o tráfico. Afirmou PC Jonas(escrivão).

É preocupante esta estimativa de crimes, numa cidade tão pequena como Marcelino Vieira.

O mês de junho é marcado pelo período de festa de padroeiro e férias escolares, nessa época, muitas famílias saem da cidade para aproveitar as festas e se esquecem de tomar certas providências para que sua casa esteja segura. “O crime de arrombamento de residência é bastante comum e ocorre quando o marginal, aproveitando-se da ausência dos moradores do imóvel, utiliza-se de técnicas de arrombamento ou destreza para subtrair objetos de valor do local. 

A incidência desse crime aumenta consideravelmente em período, assim também como no Jegue Folia.

Pensando nisso, previna-se com a lista das  principais dicas para que as pessoas possam curtir as festas e férias sem se preocupar com a segurança de sua residência enquanto estão ausentes. Confira as dicas abaixo:
1. “Faça um exame cuidadoso do aspecto físico de sua residência procurando identificar possíveis vulnerabilidades que possam ser exploradas pelo marginal para adentrar o imóvel, corrija todas elas e dificulte ao máximo o acesso ao imóvel. Alguns exemplos de vulnerabilidade: muros baixos, portas velhas, janelas sem trancas.

2. “Implemente todos os esforços para se ter uma residência que contemple todos os aspectos de segurança recomendáveis como: boas trancas, boa iluminação, bom cercamento ou sistema de monitoramento eletrônico. 

3. “É importante que a residência tenha boa iluminação, tanto interna quanto externa, se existirem postes de iluminação pública apagados, o morador deve entrar em contato com a Secretaria de Obras e comunicar o problema. Tome cuidado com excesso de plantas, árvores, tudo que possa obstruir a visão da calçada em frente a residência e servir de esconderijo para marginais”.

4. “Não instale lixeiras externas próximas de muros ou grades, pois elas podem servir de trampolim para que os marginais consigam acessar a sua casa. Árvores com galhos próximos ao muro também facilitam o acesso.


5. “Não acredite na ideia de que muros fechados e altos oferecem maior proteção, muitos marginais preferem invadir imóveis com muros altos porque ocultam sua ação. Sendo assim, faça a opção por grades com altura igual ou superior a dois metros e meio, pois elas dificultam o acesso e não limitam ou impedem a visão do interior da propriedade”.


6. “Os portões de garagem devem ser reforçados. Instale travas especiais de fechamento ou correntes grossas com cadeado reforçado, atentando-se para não deixar a corrente tensa, pois facilita o uso do pé de cabra. Essa dica é interessante porque as pessoas acham que devem deixar a corrente apertada e é justamente o contrário, a corrente deve ficar com uma leve folga para dificultar o uso do pé de cabra”.
7. “Evite manter as chaves da residência junto às chaves do automóvel, pois elas muitas vezes ficam em estacionamentos, lava jatos ou oficinas e podem ser copiadas por pessoas mal intencionadas. Em caso de perda de chaves, ou mesmo se desconfiar que pessoas possam tê-las copiado, providencie imediatamente a troca”.

8. “Evite que pessoas estranhas tomem conhecimento de sua viagem, quem tem que saber que você vai viajar é apenas a família e vizinhos de sua total confiança. Ao colocar as bagagens no veículo, procure fazê-lo no interior de sua garagem, evitando que pessoas de fora percebam esse tipo de movimentação, isso vai indicar que a casa ficará vazia, mesmo que seja por poucos dias”.

Muitos crimes podem ser evitados por vizinhos porque eles percebem se houver alguma movimentação estranha na casa, informe-os sobre a data de sua saída e de seu retorno. Os vizinhos são fundamentais na ausência do morador.


___________________________
FONTE: Blog de Doutora Verônica.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.