sexta-feira, 24 de julho de 2015

 

Prefeitura de Antônio Martins implanta programa para auxiliar fumantes a largar o vício. 

O  CIDADAO 


Para ajudar os fumantes a largar o cigarro, a Prefeitura de Antônio Martins, através da Secretaria Municipal de Saúde, lançou nesta quinta-feira (23), no Salão Paroquial, o Programa de Controle do Tabagismo no município, com a formação do primeiro grupo de combate a dependência.

O objetivo é incentivar os participantes a abandonar o tabaco, a partir do tratamento contra o fumo, com ações e medicamentos que auxiliam a controlar o vício.  "Além de disseminar informações sobre os malefícios do tabaco, o programa estimula mudanças de atitude e comportamental", destacou a secretária municipal de Saúde, Clébia Fernandes.

O programa conta com um grupo de 30 participantes e é desenvolvido em parceria com o NASF (Núcleo de Apoio à Saúde da Família).

Os dependentes são acompanhados por uma equipe multidisciplinar, composta por médico, psicólogo, enfermeira, nutricionista, fisioterapeuta, odontólogo e educador físico. 


"O tabagismo, assim como a alimentação não saudável, a inatividade física e o uso abusivo de álcool, está entre os principais fatores de risco para o desenvolvimento de infarto agudo do miocárdio, AVC e câncer", ressaltou Drª. Vivianne Morais.

Para o acompanhamento efetivo dos usuários, são realizadas cerca de quatro sessões por mês. As pessoas interessadas em parar de fumar participam de um encontro semanal.

No próximo encontro, marcado para o dia 30 de julho, os dependentes receberão medicação composta por um adesivo de nicotina e comprimidos antidepressivos.

A finalidade dos encontros é dar apoio aos fumantes para que consigam parar de fumar sem ter recaídas. Muitos conseguem largar o vício já na terceira semana de tratamento.

O Programa de Controle do Tabagismo faz parte das ações articuladas pelo Ministério da Saúde contra a dependência tabagista.

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.