sexta-feira, 7 de agosto de 2015


sexta-feira, 7 de agosto de 2015

EXECUÇÃO DO RADIALISTA: Operação policial localiza possível casa onde o crime contra o radialista foi planejado e casal é preso.

O  CIDADAO 

Desde que ocorreu a execução do radialista Glaydson Cardoso de Carvalho, de 36 anos, um verdadeiro aparato policiais militares e civis, trabalhando em conjunto, “caíram em campo” à procura da dupla que praticou o crime que certamente entrará para a história da cidade de Camocim e de toda zona norte do Estado. Eram muitas as informações e os policiais iam averiguando uma por uma. Certo é que o crime foi praticado por uma dupla que chegou na rádio como se fossem fazer um anúncio, um deles rendeu a recepcionista e o outro invadiu o estúdio e executou o radialista com cerca de três tiros, sendo que pelo menos um tiro atingiu a cabeça.

Após o crime, toda região de Camocim e cidades vizinhas tiveram suas saídas e entradas fechadas por equipes policiais. Já durante a madrugada, enquanto policiais civis e militares percorriam toda a região, surgiu uma informação que a os acusados estariam homiziados no distrito de Serrota, zona rural do município de Senador Sá.

Uma equipe da Polícia Civil chegou ao local e invadiram uma casa onde os suspeitos estavam, sendo que um casal foi preso e pelo menos outros dois ou três conseguiram escapar, dentre eles os que teriam executado o radialista. Um revólver e outros objetos também foram apreendidos no local. O proprietário da casa também foi conduzido para a DPC para explicar em quais circunstâncias teria alugado a casa para o grupo. A informação é que a casa serviu como local onde o crime foi planejado e como esconderijo após o sinistro. Ainda no local, equipes da Polícia Militar teriam encontrados uma foto do radialista e também passagens compradas para fugir do Estado.

Equipes policiais ainda permanecem no local saturando a procura dos outros indivíduos. Aguardem, maiores informações a qualquer momento.
Foto encontrada na casa que serviu de esconderijo

As equipes policiais foram comandadas diretamente pelo Coronel Carvalho, comandante do 3ºBPM e pelo Major Artunane Aguiar, comandante da 3ªCia/3ºBPM. Já a equipe da Polícia Civil estava sob o comando do Dr. Herbert Ponte, titular da DRPC de Camocim.

*Camocim 24 horas

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.