segunda-feira, 30 de novembro de 2015

Após suspensão de visitas, detentos fazem motim no maior presídio do RN 

 

O  CIDADAO 

 
Os presos da maior penitenciária do Rio Grande do Norte voltaram a se rebelar neste sábado (28). Segundo a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), os detentos dos pavilhões 1 e 4 da unidade prisional fizeram motim e quebraram parte das celas e grades. O titular da Sejuc, Cristiano Feitosa, confirma a rebelião no presídio de Alcaçuz, em Nísia Floresta.

O motim teria sido motivado, segundo a Sejuc, porque a visita social prevista para a manhã deste sábado havia sido suspensa. A direção do presídio suspendeu a visita porque na sexta-feira (27) foi encontrado um buraco no pavilhão 2. "Vamos dimensionar os danos e aplicar sanções disciplinares", assegurou Cristiano Feitosa.
Além da suspensão da visita, os presos teriam ficado insatisfeitos com a retirada de alguns aparelhos das celas, como TVs. Os aparelhos, segundo a Sejuc, foram retirados para serem catalogados e foram devolvidos neste sábado.
O Grupo de Operações Especiais do Sistema Penitenciário e o BPCHoque já foram acionados para controlar a situação em Alcaçuz.

Fonte: G1

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.