sexta-feira, 19 de fevereiro de 2016

"Eu pensei que o deputado Getúlio Rêgo era um Homem com ‘H’ maiúsculo, mas não passa de um moleque". Diz blogueiro Mazinho Capote 

BLOG  O  CIDADAO


Texto extraído do Blog do Capote.

Eu pensei que o deputado Getúlio Rêgo era um Homem com ‘H’ maiúsculo, mas não passa de um moleque. Um cabra safado daquele, que liga para mim direto, pedindo de joelhos para eu voltar para o grupo dele, dizer que, “há mais de um ano”, não fala comigo, não liga, nem se se comunica é coisa pra gente sem vergonha!

Ei, ‘CANECO AMASSADO’, mentiroso da venta torta. No dia 08 de agosto, no Éden Clube, no aniversário do teu filho, ex-prefeito desempregado de Pau dos Ferros, nós nos vimos. Eu estava lá. Ou você já tá caducando, antes do tempo, e não lembra mais?

Depois disso, graças a Deus, saí de perto de você – e sua corja de gente falsa e traiçoeira.

Mais na frente, no dia 26 de setembro, após fazer uma postagem de que o ex-gestor, que vive às custas da esposa que, por sua vez, vive às custas da Câmara dos Deputados, iria falar mal de mim numa emissora de rádio, após o programa, você ligou pra mim duas vezes, pau de lata, com duração de cerca de meia hora cada ligação.

E ontem, 17 de fevereiro, eis aí o print da ligação, você, carbono dupla face, passou 22min22seg, tentando me convencer a escrever uma postagem desfavorável ao prefeito Fabrício Torquato, que vem, a duras penas, tapando o rombo deixado pelo ‘filhinho de papai’ quando desgovernou esta cidade, e deseja voltar de novo para empregar, como fez da outra vez, a mulher, sogro, sogra, irmãos da sogra, sobrinhos da sogra, tios, primos, macacos e bichos de sete cabeças. Porque o único compromisso de vocês NÃO é com Pau dos Ferros, mas tão-somente com o poder e as benesses que ele deriva.

Eu canto para um desafio. Se você, ‘zé mané’, que se diz o dono da verdade, e afirma que não ligou pra mim, vamos nós dois à Justiça, AMANHÃ, 19 de fevereiro, pedir a quebra dos sigilos telefônicos para eu te desmascarar ‘Pinóquio’!. ‘Bora’. Corra dentro.

Você aqui não está lidando com “frouxo”, não, como teu filho adjetivou o renomado empresário pau-ferrense Xavier Pneus. Eu tenho aquilo roxo e não abro nem para um caminhão carregado de pólvora com um doido fumando em cima. Fique certo disso.

Não vão ser tuas ameaças rasteiras que me farão recuar do meu propósito – e do povo soberano da ‘Terra dos Vaqueiros Bravios - de mandar vocês de volta para Portalegre, para baixa da égua, caixa bozó ou para o raio que os parta!
 
Pedindo uma frase emprestada do teu filho: “Rapaz, criiieee verrrgonha”. Honre as calças que veste e assuma o que diz em público ou no privado, disco de vini

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.