quinta-feira, 17 de março de 2016

Governo assegura conclusão de sistema adutor do Alto Oeste

 

BLOG    O  CIDADAO 

 
Foto: Rayane Mainara
O governador Robinson Faria participou na manhã de hoje (16), no gabinete da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), de uma reunião com representantes de órgãos e empresas para definir os últimos passos para a conclusão do sistema adutor do Alto Oeste.

Durante o encontro, que foi convocado pelo chefe do poder Executivo do Rio Grande do Norte, ficou acertado que a obra hídrica será entregue por completo no mês de junho deste ano, com capacidade para atender 26 municípios potiguares através de um investimento superior a R$ 140 milhões. “Vamos fazer uma força-tarefa para terminar esses trabalhos o quanto antes, porque o povo daquela região precisa dessa água, que é um bem vital de suma importância”, ressaltou Robinson Faria.

Licenças – O diretor geral do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), Rondinelle Oliveira, foi convocado à reunião para tratar das licenças ambientais necessárias à instalação de equipamentos para o reforço da rede de energia elétrica no Alto Oeste, que servirão para melhorar o abastecimento na região e, consequentemente, do novo sistema adutor. Rondinelle Oliveira recebeu as requisições da Cosern e apontou que as principais demandas estão adiantadas, após tratativas entre as equipes técnicas dos dois órgãos e também da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Chesf).

O início da construção do sistema adutor do Alto Oeste é datado de 2009, mas obras estavam paradas até a assinatura da ordem de serviço para a retomada dos trabalhos, em junho de 2015, pelas mãos do governador Robinson Faria.

O sistema adutor do Alto Oeste vai abastecer 26 municípios da região, representando um conjunto de 208 mil pessoas. Ele é composto por dois sistemas independentes. O subsistema que faz captação na barragem de Pau dos Ferros, com 218 km, já foi concluído, mas ainda não está em funcionamento porque o reservatório está seco. Já o subsistema vindo da barragem Santa Cruz, em Apodi, que se estende por 148 km, já funciona parcialmente e será entregue neste primeiro semestre de 2016. As cidades beneficiadas serão Itaú, Rodolfo Fernandes, Tabuleiro Grande, Riacho da Cruz, Umarizal, Olho D’água dos Borges, Lucrécia, Frutuoso Gomes, Antônio Martins, João Dias, Luís Gomes, São Francisco do Oeste, Rafael Fernandes, Marcelino Vieira, Pilões, Alexandria, Tenente Ananias, Riacho de Santana, Água Nova, José da Penha, Major Sales, Paraná e Pau dos Ferros.

Assecom-RN

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.