quarta-feira, 13 de abril de 2016

A estimativa é a de que Dilma seja afastada em 15 dias

 

POSTADO  BLOG   O  CIDADAO 

 
Certo de que a abertura do processo de impeachment pela Câmara é irreversível, o PMDB do vice Michel Temer já deu início às discussões sobre quem comandará o caso no Senado.

A relatoria do parecer deve ser confiada ao líder Eunício de Oliveira (PMDB-CE).

Renan Calheiros, antes visto como último porto seguro de Dilma Rousseff, promete não impor dificuldades à tramitação.

Estima-se em 15 dias o prazo para o início do julgamento, quando a presidente teria de ser afastada.

Me escapuliu – “Não adianta virem perguntar ‘quem poderá nos defender’. Não vai ser Renan, pois aqui não tem Chapolin Colorado”, brinca um aliado, negando, desde já, socorro ao Planalto.

Arruma outro – Responsável por notificar Dilma sobre a abertura do processo, o primeiro-secretário do Senado, Vicentinho Alves (PR-TO), já confidenciou que prefere que um colega cumpra a missão.

Fonte:Painel

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.