sábado, 16 de abril de 2016

DENUNCIA: GERENTE DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL DE AÇU/RN RODRIGO, HUMILHA, ASSEDIA, GRITA, DESMOTIVA E PERSEGUE TODOS, DESDE FUNCIONÁRIOS, ESTAGIÁRIOS E PRINCIPALMENTE OS CLIENTES.


IMG-20150618-WA0006

– SOCORRO! – ALGUÉM PRECISA FAZER ALGO!

GOVERNADOR ROBSON FARIA, DEPUTADOS, PROCON, MINISTÉRIO PÚBLICO, BACEN – INTERCEDA POR NÓS! – ESSE É O GRITO DE TODOS!

Esse é o grito silencioso, o desabafo choroso não apenas de um cliente, ou de funcionário da caixa, de cidadão que simplesmente depende dos serviços, mais de todos que circulam e/ou convivem na agência da Caixa Econômica de Açu/RN, de pais de família a trabalhadores honestos que rotineiramente estão sendo constrangidos e desmoralizados, de mães que passam horas com seus filhos no colo (tempo de espera de no mínimo 3 horas), e após toda espera, acaba sendo humilhada ou como é comum: sendo induzidos a erros, de funcionários que trabalham em média de 10 horas por dia e sendo constantemente desmoralizados, assediados, desmotivados e ridiculamente ultrajados, de idosas aposentadas que pouco entendem, mas que nada resolvem e são maltratadas, esse é o perfil do gerente Rodrigo Duarte.

São inúmeros os casos que envolvem esse comportamento ditador e TIRANO, ele HUMILHA, ASSEDIA (assedio Moral), GRITA, DESMOTIVA, PERSEGUE a todos, desde FUNCIONÁRIOS caixa, estagiários, mais principalmente os CLIENTES.

Por tantos motivos que testemunhei, resolvi criar este texto, relatar alguns acontecimentos que tenho indignado conviver e “cruzar os braços”. São coisas que acontecem rotineiramente, originadas do próprio gerente a quem me refiro com propriedade.

Como todos sabem a situação da agência da Caixa Econômica de Açu era difícil, mas de algum tempo para cá, especificamente quando o gerente Rodrigo passou a gerir está agência, passou a ocorrer fatos que fogem do CARÁTER e da realidade de qualquer relacionamento pessoal saudável.

Não me refiro exclusivamente ao simples fato de descumprir o CDC (Código de Defesa Do Consumidor), ou a velha e boa ética do trabalho e de convivência, estou falando que apenas quem tem o desprazer de ser atendido pelo gerente aborrecido, após três horas entediantes de espera, ou que pôr está na agência se sente também ofendido ao ver suas ações, que vão desde constrangimentos, gritos, vexames e mesmo assim não resolve os problemas dos clientes.

Vou citar agora alguns fatos que pude presenciar:

1º Episódio: Existe um funcionário da própria agência que se mantem afastado do cargo e alega ter sofrido humilhação, assedio e perseguição, chegando a não conseguir conviver de forma saudável com o gerente. Que na tentativa de solucionar fez denúncias no Ministério Público contra o gerente Rodrigo, mas até então nada resolvido.

2º Episódio: O Senhor pai de família, também pude testemunhar ter sido humilhado e constrangido na frente de todos presentes, na qual perdeu completamente sua moral e partiu para cima do gerente Rodrigo em tom de desavença, alegando estar sendo mal tratado. O caso FOI PARAR NA DELEGACIA, onde o cliente frustrado e chorando relatou apenas está apenas tentando resolver problemas bancários simples, e pior ainda, o cliente hoje tem vergonha de visitar a agência por este motivo.

3º Episódio: Todos os clientes que tentam adquirir um imóvel através do programa Minha Casa, Minha Vida, sentem dificuldade, e alegam que o gerente tenta dificultar o processo. Por um desses casos a Caixa também responde na justiça, onde o cliente alega ter sido subordinado a não conseguir comprar seu imóvel mesmo com condições para tanto.

4º Episódio: A venda casada está presente na maioria das transações realizadas pelo banco, desde um simples empréstimo consignado a venda de imóveis, o gerente Rodrigo só “fecha” a transação se houver algum benefício extrapolado para o banco, caso contrário se faz litigioso no processo ou simplesmente se abstém a resolver.

5º Episódio: Por várias vezes vereadores da cidade de Açu, que tem ciência dos acontecidos na agência se manifestam nas mídias locais como a Rádio Princesa do Vale, nos programas policiais com maior audiência, para denunciar as autoridades as barbaridades que ocorrem da agência.

6° Episódio: Constantemente funcionários da agência de Açu são assediados e ameaçados de perderem suas funções por se recusarem a agir de acordo com a vontade do gerente rodrigo, várias vezes funcionários choraram na agência após os abusos, mais por medo de perseguição se calam.

Esses são apenas alguns fatos!

– Ouvidorias não resolvem, pois as ouvidorias são respondidas e rebatidas pelo próprio gerente diversas vezes.

– Não entendo como o superintendente da Caixa no RN, ROBERTO SERGIO, pode ver um perfil de gerente em alguém tão pobre de ética, a menos que também seja conivente com tais atitudes.

ESTE É O MEU APELO E DESABADO, POIS AINDA TENHO ESPERANÇAS NESTA AGÊNCIA!

Está não é a primeira vez, veja também: http://blogdovt.com/index.php/14-simples-noticia/8789-gerente-da-caixa-de-assu-e-a-sua-politica-desumana-contra-clientes-do-minha-casa-minha-vida

>>> REPASSEM! <<< >>> REPASSEM! <<<

>>> REPASSEM! <<< >>> REPASSEM! <<<

>>> REPASSEM! <<< >>> REPASSEM! <<<

>>> REPASSEM! <<< >>> REPASSEM! <<

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.