domingo, 29 de maio de 2016




Coronel da Reserva da Polícia Militar pede desculpas a Polícia Civil por palavras de Styvenson

 

POSTADO  POR  BLOG   O   CIDADAO

Por Interino
Veja as palavras do Coronel da Reserva da PM José Walterler Santos abaixo:
“Ouvi com muita preocupação essa fala do Capitão Styvenson tecendo acusações desnecessárias, inoportunas, inadequadas e que não retratam a verdadeira realidade. Na Polícia Militar e na Polícia Civil existem os bons e existem aqueles que não querem absolutamente nada com nada. Todos nós sabemos disso. Existem aqueles indivíduos que utilizam apenas as nossas prerrogativas para atender os seus interesses pessoais. Mas a grande maioria, 90% ou mais, todos sem exceção, Polícia Civil e Polícia Militar são companheiros inseparáveis, homens que lutam no seu dia dia, dando o sacrifício da sua vida em prol dos interesses da instituição. Independentemente do desconhecimento, da desvalorização, do desrespeito com que o próprio governo trata a todos nós policiais militares. Portanto, eu na condição de Coronel da Polícia Militar, quero deixar aqui registrado o meu pedido de desculpas aos valorosos companheiros da Polícia Civil e dizer que a manifestação singular desse jovem capitão, nem pode e nem deve ser motivo para achincalhar ou desvirtuar os verdadeiros objetivos de todos nós policiais civis ou militares. Nós somos efetivamente grandes profissionais. E não podemos, Senhor Capitão Styvenson, generalizar. O senhor tem o dever de pedir desculpas a Polícia Civil do Rio Grande do Norte.”
Comentários (12) enviar comentário
  1. Alguém
    Esse capitão desrespeita a instituição quando deseja se sobrepor PM!!! Ainda vai se torar por sempre querer ser Aparício.
  2. Junior pinheiro
    Cel. Fale com o CMDT pra colocar esse Super Homem pra prender bandido, se colocar a STTU pra fazer o servico que ele ta fazendo dá certo, bora prender bandido!!!!! Assim é muito bom gratificação, sem risco, prender bebados, falar asneiras, aparecer…..sei nao viu! A hora é de agregar e nso de incitar a discordia, isso é um deservico a sociedade!!!!
  3. Junior pinheiro
    Quem tem telhado de vidro nao pode jogar pedras nas casas das pessoas, o cel. É experiente e sensato, parabens!!! Mas o outro servidor, que prrdeu o meu respeito, está agindo como menino, está se sentindo o Doquinha, uma autarquia!!!!! Quem almeja respeito deve dar exemplo e respeitar!!!
  4. Hugo Nunes de Melo , Cel RR
    Tem meu apoio zé, faço minhas as suas palavras, o capitão tem que crescer mais e ter cuidado com o que diz, a policia civil sempre mereceu nossa consideração, são homens de valor assim como nossos bravos PMs.
  5. Neto
    Nova emenda constitucional, votada minutos atrás, adiciona mais um orgão a segurança publica! Confiram como a história da segurança pública mudou para sempre:
    Art. 144. A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio, através dos seguintes órgãos:
    I – polícia federal; 
    II – polícia rodoviária federal; 
    III – polícia ferroviária federal; 
    IV – polícias civis; 
    V – polícias militares e corpos de bombeiros militares.
    VI- Styvenson

  6. Observador
    Coronel, parabéns pelo equilíbrio da sua posição , e palavras. É exatamente disso que precisamos. O Capitão não pode fugir das suas prerrogativas, ele é um militar , e como tal deve primar pela conduta estrita que lhe cabe. Agora , se quiser trilhar outros caminhos , o Capitão pode se candidatar , se eleger, e defender seus pontos de vista em qualquer parlamento . Muita gente não entende ainda porque ele não o fez ainda. Parabéns, novamente , Coronel .
  7. Joao
    O capitão faz um bom serviço. Só fala demais e generaliza. Ao generalizar, expõe algumas verdades na qualidade do serviço da polícia civil, que ganha muito bem. Qual o índice no RN de resolução dos casos atendidos? PC não faz apenas BO. Carimbar papel é serviço de salário mínimo. Tem muita bandidagem pra investigar, esse sim é serviço caro.
  8. Jeronimo
    Muito bem colocado Coronel.
    Não podemos GENERALIZAR…
    Em coisa nenhuma e em nenhuma situação. Seja na política, religião, ciência ou arte.
    A GENERALIZAÇÃO é uma forma grosseira de incluir "todos" sem distinguir que em todas as instituições, profissões, religiões, organizações, grupos, movimentos e partidos políticos, tem os bons e os maus.
    Assim é a humanidade. E não podemos julgar a todos pelos atos apenas de alguns. Devemos denunciar e punir somente os malfeitores, separando-os do rebanho, o joio do trigo.
    Sempre podemos aprender. Principalmente quando somos vítimas.
    Pois as vezes embarcamos cegamente em viagens clichês de "todos os sindicalistas são irresponsáveis e não querem trabalhar", ou "todos os poiciais são grosseiros e espancadores dos mais fracos, se rebaixando diante dos ricos e poderosos", "todos os evangélicos são exploradores da fé para ganhar dinheiro fácil, etc.
    É preciso abrir os olhos para nossa ignorância e saber separar as coisas.
    Aprender é preciso!

  9. Adalberto Silva
    Por que só são feitas blitzes na zona sul Capim Macio e Ponta Negra ? Será que hoje terá blitz na Rota do Sol? Saíram muitas pessoas bêbadas da casa de Stevyson

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.