domingo, 25 de junho de 2017


SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA SOCIAL ESCLARECE A POPULAÇÃO SOBRE A ENTREGA DAS CASAS

A imagem pode conter: céu, montanha, casa, natureza e atividades ao ar livre
Diante de algumas informações desencontradas sobre a entrega das casas do Programa Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, a Secretária de Assistência Social de Marcelino Vieira, Débora Paiva, vem a público esclarecer alguns fatos relacionados à entrega das casas aos seus beneficiários.
Na última segunda-feira, a Secretária esteve na Câmara Municipal, onde esclareceu aos futuros moradores das 40 casas que a ocupação das mesmas só poderá ocorrer após a liberação de documentos por parte de algumas instituições como CHB, Caixa Econômica Federal, entre outras, que não dependem da Secretaria de Assistência Social, e que sem estas liberações a ocupação destes imóveis é um crime federal.
A Secretária afirma que, sem estes documentos que liberem a entrega das casas, ninguém pode autorizar que os contemplados tomem posse dos imóveis, e que isso só poderá ser feito legalmente após a assinatura do termo de posse. Esclarece ainda que, no local, ainda não foi feita a ligação elétrica por parte da COSERN, o que já foi solicitado através de ofício pelo Prefeito do município, mas que a falta de energia também inviabiliza a ocupação das mesmas. A Secretária também afirma que não tomou conhecimento de nenhuma ocorrência de saque às casas e que não havia combinado de participar de nenhuma reunião sobre esse tema na última sexta-feira.
Vale lembrar que a conclusão destas 40 casas já é fruto de um esforço da gestão atual, que não mediu esforços para encurtar a longa espera destas 40 famílias, que já vinha se arrastando por 5 anos e que tomarão posse de seus imóveis muito em breve, tão logo seja regularizada esta situação, e não é do interesse de ninguém protelar a entrega das chaves.
Diante disso, a Secretária pede a compreensão das famílias, e faz um alerta para que não se deixem levar por atitudes de pessoas que tentam se promover em cima da espera das mesmas.




0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.