sexta-feira, 20 de outubro de 2017

Aécio e Gilmar Mendes trocaram 43 ligações no período que o senador era investigado

POSTADO POR BLOG O CIDADAO


POR JOTA
Em relatório enviado ao Supremo Tribunal Federal, a Polícia Federal apontou telefonemas entre o ministro Gilmar Mendes e o senador Aécio Neves (PSDB-MG) entre 16 de março e 13 de maio de 2017. O tucano foi investigado nesse período na esteira da delação da J&F, na qual foi flagrado pedindo R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista.
Foram identificados 43 registros de chamadas de dois números telefonicos – sendo que 7 foram perdidas, 13 não foram completadas – em um dos aparelhos. Há conversas de 2 segundos até 8 minutos.  Os contatos foram realizados por meio do aplicativo WhatsApp. A PF, no entanto, não faz considerações sobre o conteúdo das conversas, mas chama atenção para o fato de que uma das ligações ter ocorrido no dia em que o ministro tomou uma decisão favorável ao tucano em um dos inquéritos a que ele responde na Corte. No STF, Aécio é alvo de sete inquéritos, sendo que quatro são da relatoria de Gilmar Mendes.
Em nota,  Gilmar informou que “manteve contato constante, desde o início de sua gestão, com todos os presidentes de partidos políticos para tratar da reforma política. Os encontros e conversas do ministro Gilmar Mendes são públicos e institucionais. Especificamente quanto às ligações de abril, ressalta que estava em debate no Senado Federal o projeto de lei de abuso de autoridade, tratado nas referidas conversas e defendido publicamente pelo ministro desde 2009, inclusive em palestras, seminários, artigos e entrevistas.”


0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.