quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Bolsonaro defende pena maior para discriminação LGBT

Quarta, 31 de outubro de 2018


Em entrevista ao Jornal Nacional, já eleito, Jair Bolsonaro foi questionado por Renata Vasconcelos sobre as questões de cunho LGBT, citando frases descontextualizadas de Bolsonaro.

Disse ela: “Na campanha, o senhor repudiou o voto de quem usa a violência. Como presidente eleito, o que o senhor diria para aqueles que ousem ser preconceituosos e agressivos com outros seres humanos apenas por serem gays?”

Bolsonaro respondeu: “A agressão contra um semelhante tem de ser punida na forma da lei. E se for por um motivo como esse, tem que ter sua pena agravada.”

Bolsonaro, embora sempre questionado e atacado com o rótulo de homofóbico, vem respondendo desde um bom tempo que suas críticas sempre foram relacionadas ao chamado ‘kit gay’, o qual tentaram esconder durante a campanha de seu adversário Fernando Haddad.


VIA: REPUBLICADECURITIBA.NET

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.