terça-feira, 30 de outubro de 2018

Ex-namorado confessa ter matado adolescente de 17 anos a facadas, mas é liberado pela lei eleitoral

POSTADO POR  BLOG  O CIDADAO

Adolescente de 17 anos é encontrada morta em estrada de Sorocaba — Foto: Arquivo pessoal
O jovem suspeito de matar a ex-namorada a facadas na manhã de sábado (27), em Sorocaba (SP), se apresentou na delegacia de polícia de Votorantim (SP), no domingo (28), e confessou o crime.
Após a confissão, Jackson Silva dos Santos foi liberado por conta da lei eleitoral que proíbe prisões que não sejam em flagrante a menos de cinco dias das eleições.
O corpo de Geovanna Crislaine Soares da Silva foi encontrado com diversos ferimentos próximo a um veículo estacionado com as portas abertas, no bairro Caputera. A jovem, que morava no Bairro dos Morros, chegou a ser atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu aos ferimentos.
Ao G1, o delegado Gilberto Montenegro afirmou o que homem compareceu à delegacia acompanhado da família, confessou o crime e foi liberado, já que não poderia ficar preso por conta do período eleitoral.
Desculpas pelo PQP na manchete da notícia, é que só no Brasil que vemos uma lei esdruxula dessas funcionar. O bandido sempre sai por cima!

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.