terça-feira, 6 de novembro de 2018

Presidente do STJ alerta para o risco de que traficantes peçam isonomia de tratamento em relação a Lula

Terça, 06 de Novembro de 2018

DIREITO E JUSTIÇA

O atual presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ) ministro João Otávio Noronha, fez um alerta gravíssimo com relação às condições em que vem sendo tratado o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Em entrevista na Rádio Bandeirantes, Noronha advertiu que a aplicação da Justiça pressupõe "igualdade de tratamento".

Assim, “Esse cidadão” - disse o ministro referindo-se a Lula - “deveria cumprir sua pena normalmente, como qualquer outro, em uma prisão”.A preocupação do ministro Noronha é com o precedente que se abre.

Ou daqui a pouco “réus traficantes” podem pedir isonomia de tratamento, alertou o magistrado.

O presidente do STJ ressalta que o ex-presidente não deve ser colocado “em um chiqueiro”. Para ele, as condições da prisão devem ser dignas, mas acha exagerada a atenção que se dá a Lula, inclusive na imprensa, o que contribui para dificultar o cumprimento da pena.

É verdade. O presidente do STJ tem absoluta razão.

Está na hora do meliante petista ser tratado exclusivamente como um preso comum, sem benesses, sem regalias e sem alardes.

Fonte: Jornal da Cidade Online

0 comentários:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.