quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

Com "medo", delegada do caso João de Deus tem que ser afastada imediatamente

Quarta, 19 de Dezembro de 2018
 

A delegada de polícia civil de Goiás Karla Fernandes não tem mais condições de continuar conduzindo o caso João de Deus.

A moça e sua equipe perderam a objetividade e estão comprometendo gravemente as investigações.

A delegada, que se diz ‘espiritualista’ está demonstrando medo em conduzir o caso.

Questionada sobre o ‘medo’, ela disse o seguinte:

"Não, mas tenho respeito, até porque sou espiritualista". Ela classifica João de Deus como um homem que tem, de fato, "um poder". "Mas houve um desvio no meio do caminho", disse.

Para piorar a situação, a própria delegada narra ‘coisas estranhas’ ocorridas durante o depoimento do médium.

O computador usado para registrar as alegações do preso parecia ter vida própria. "Você apertava uma tecla e ela OOOOOOOOO...", descreveu.

Foi então que Karla Fernandes resolveu usar uma extensão para ligar o ar-condicionado. O fio explodiu e, de quebra, queimou o frigobar. "Todo mundo gritou dentro da sala."

A moça, espiritualista, está com medo do poder de João de Deus. Parece óbvio.

Fonte: Jornal da Cidade Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.

       UM FILHO VIEIRENSE, MUDANDO DE IDADE HOJE, O MAJOR CARVALHO, FILHO DO CASAL POROROCA E MARLY, RECEBENDO OS CUMPRIMENTOS DE ...