sexta-feira, 29 de março de 2019

AULAS SÃO SUSPENSAS EM ESCOLA DO RN APÓS AMEAÇA DE MASSACRE

Sexta, 29 de Março de 2019

Diretor da Escola Estadual Edgar Barbosa recebeu informação de ameaça escrita na carteira de uma das salas de aula
 
POSTADO POR BLOG  O  CIDADAO


Aulas foram suspensas nesta quinta-feira (28) na Escola Estadual Edgar Barbosa, Zona Sul de Natal. Foto: Maxwel Nascimento/TV Ponta Negra

Uma ameaça escrita em uma carteira ocasionou a suspensão das aulas na Escola Estadual Edgar Barbosa, localizada no bairro Lagoa Nova, Zona Sul de Natal. “Vai rolar um massacre no EB. Dia 28/03”. Essas são as palavras que foram escritas em uma das mesas que são usadas pelos estudantes do colégio. 
A ameaça é encerrada com um palavrão. O diretor da escola, Joadson Martins, que assumiu a gestão em janeiro deste ano, contou que recebeu a informação e foi até a sala de aula para conferir no início da manhã desta quinta-feira (28). A Polícia Militar foi acionada e as aulas foram suspensas.

O tenente-coronel Eduardo Franco confirmou que através de monitoramento do centro de inteligência da Companhia Independente de Prevenção ao uso de Drogas (Cipred), a Polícia Militar foi acionada e foi até a escola para fazer a averiguação. Foi feita uma varredura na instituição e houve uma conversa com os estudantes, mas nada suspeito foi encontrado, além do recado escrito na carteira.

Na Escola Estadual Edgar Barbosa existem 1.009 alunos matriculados somando os dois turnos de funcionamento – manhã e tarde. São 25 salas de aula no prédio. O diretor Joadson Martins disse que passará um aviso e vai esperar que o estudante responsável por escrever esse recado se apresente espontaneamente. Caso contrário, serão tomadas medidas para que seja descoberto o autor e o (a) estudante será expulso da escola.

Um dos estudantes do Edgar disse que não é a primeira vez que se faz “brincadeiras” como esta. Um dos pais de aluno da escola falou que esse recado deixado na carteira não pode ser encarado apenas como brincadeira e que é preciso investigar.
Em nota, a Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (Seec) confirmou que um estudante, não identificado, escreveu em uma carteira que na data de desta quinta-feira (28/03) iria acontecer um massacre. O diretor chamou a Ronda Escolar, que conversou com os estudantes e as aulas foram suspensas. A Seec trabalha em conjunto com o Ronda e Cipred nesse trabalho de conscientização nas escolas.

Esse caso será informado ao Núcleo Estadual de Educação para a Paz e Direitos Humanos, ligados à secretaria, para que seja realizadas ações educativas para uma cultura de paz. De acordo com a Seec, esse trabalho do núcleo já é realizado nas escolas da rede. “Nas escolas, por meio de rodas de conversas e palestras, são discutidas com os alunos questões ligadas a bullying, violência, prevenção ao uso de drogas e importância do bom convívio”, ressaltou a nota da Seec.


Em uma das carteiras da Escola Estadual Edgar Barbosa foi escrita uma “aviso” de que haveria massacre em 28 de março. Foto: Maxwuel Nascimento/TV Ponta Negra

OP9

Fonte: Passando Na Hora

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.

* Deputados preparam pedido para cassar mandato de Eduardo Bolsonaro.   POSTADO NO BLOG  O CIDADAO  15:08 Marcelo...