quinta-feira, 2 de maio de 2019

quarta-feira, 1 de maio de 2019

Entenda o processo que o vereador Aurivones Alves é investigado Processo 0001693-86.2017.815.0371


POSTADO POR BLOG  O CIDADAO
Resultado de imagem para processo aurivones
Veja a análise enviada para esse blog:

Para o Ministério Público da Paraíba Aurivones Alves pode ter cometido o crime de associação criminosa junto com Raimundo José Filho e um funcionário público do INSS de Sousa que não foi possível identificar. Cometeu o crime ainda de estelionato fraudando dois contratos de empréstimos contra as pessoas idosas as senhoras Geralda e Inácia, por isso ele responde duas vezes pelo mesmo crime. 

Contra a Empresa que o vereador trabalhou não foi oferecida qualquer denúncia, ao contrário a sócia da empresa foi quem noticiou o crime do vereador a polícia federal, visto que a mesma não sabia de tal fato e estava sendo cobrada do banco do Bradesco explicações acerca dos contratos de empréstimos fraudados pelo vereador (segundo noticia crimes no autos do processo).

Segundo a denúncia feita pela sócia da empresa REDE FACIL SERVIÇOS a senhora Celis Regina Marques de Moraes o vereador a ameaçou caso a mesma o denunciasse a polícia. 
O MP federal remeteu os autos do inquérito policial para o MP estadual por se tratar de um crime que não envolve a esfera Federal. 

Em janeiro de 2018 a 2ª vara criminal recebeu a denúncia do ministério público e determinou a citação dos réus. 
Em 29 de janeiro de 2018 o vereador ofereceu resposta a acusação pelo advogado Sócrates Alves Pedrosa, na defesa o vereador requereu a absolvição sumária.
Em 28 de junho de 2018 em sua resposta à acusação Raimundo José Filho (folha 246) afirma que o vereador Aurivones colocou seus dados como forma de torna-lo responsável caso fosse descoberto as fraudes. 
Em 13 de agosto de 2018 o Ministério Público emitiu parecer pelo indeferimento do pleito de absolvição sumária do vereador. Segundo o MP (folha 256) a acusação é mais clara que a agua. 
Em 24 de setembro de 2018 a juíza de direito Caroline Silvestrini de Campos Rocha deu prosseguimento ao processo determinando a marcação de audiência de instrução e julgamento.
A audiência se encontra marcada para o dia 05 de junho de 2019, ocasião em que a juíza ira interrogar o vereador e após decidir se o mesmo é culpado ou inocente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é importante para que possamos desenvolver um bom trabalho.

     ESTÁ´DE IDADE NOVA HOJE MINHA MENINA MOÇA MARIA  CLARA H. DIAS,FILHA DO CASAL TEÓFILO E TANIA HONORATO, CLARINHA COMO VOVÔ CHAMA, ON...